ENIAC – O primeiro computador do mundo

Você já parou para pensa como era e como funcionava o primeiro computador do mundo, hoje vamos falar um pouco sobre o ENIAC o primeiro computador do mundo.

ENIAC

ENIAC e a abreviação de Electronic Numerical Integrator And Computer
(ENIAC – em português: Computador e Integrador Numérico Eletrônico).

Foi o primeiro computador digital eletrônico de grande escala. Muitos comentam que o primeiro foi o Mark I, mas este era apenas eletromecânico. O ENIAC entrou em funcionamento em fevereiro de 1946 pelas mãos dos cientistas norte-americanos John Eckert e John Mauchly, cientistas da Electronic Control Company.

O ENIAC começou a ser desenvolvido em 1943 durante a II Guerra Mundial para computar trajetórias táticas que exigissem conhecimento substancial em matemática, mas só se tornou operacional após o final da guerra.

As programadoras do ENIAC

Programadores Betty Jean Jennings (esquerda) e Francisco Bilas (à direita).

O ENIAC era programado através de milhares de interruptores, podendo cada um deles assumir o valor 1 ou 0 consoante o interruptor estava ligado ou desligado.

Para o programar era necessário uma grande quantidade de pessoas que percorriam as longas filas de interruptores dando ao ENIAC as instruções necessárias para computar, ou seja, calcular.

Existia uma equipe de 80 mulheres na Universidade da Pensilvânia cuja função era calcular manualmente as equações diferenciais necessárias para os cálculos de balística. O exército chamava a função destas pessoas: computadores. Curiosamente, o termo deixou de estar associado as pessoas que operavam a máquina para dar nome a máquina propriamente dita, uma vez que de facto a máquina passou a realizar as contas que antes eram realizadas por essas pessoas.

Desenvolvimento posterior

O ENIAC serviu de inspiração para muitos outros computadores que se seguiram, como:

  • EDVAC: Electronic Discrete Variable Computer
  • ORDVAC: Ordnance Variable Automatic Computer
  • SEAC: Standards Automatic Computer
  • UNIVAC: construído por Eckert e Mauchly para o processamento dos dados dos censos da população americana.

Em 1955, um computador pesava 3 toneladas e consumia 50 kW de potência, tendo um custo de U$200.000,00. Uma máquina destas podia realizar 50 multiplicações por segundo. Assim, os primeiros computadores eram também eles máquinas que só estavam ao alcance de grandes empresas ou instituições que tinham necessidades de cálculo muito exigentes e que possuíam as condições econômicas para tão grande investimento.

Tubos de vácuo, parte traseira do ENIAC.

Com o rápido desenvolvimento dos transístores entre 1952 e 1960, os tubos de vácuo tornaram-se obsoletos e foi este avanço tecnológico que permitiu a criação de máquinas muito mais rápidas, menores e mais baratas.

Em 1977 uma calculadora manual pesava menos de meio quilo, consumia meio watt e podia realizar 250 multiplicações por segundo, custando $300. Hoje uma calculadora pesa poucos gramas podendo ser incorporada em réguas ou agendas, funciona até a energia solar e custa de R$5,00 a R$10,00 (isso calculadoras simples com operações básicas e geralmente raiz quadrada e outras poucas funções).

Fonte: wikipedia